Body Checking: tome cuidado com esse hábito!

Quanto tempo você perde analisando o seu corpo no espelho diariamente? Ou quanto você se compara quando vê fotos de corpos de outras mulheres na praias, na rua, na internet, revistas ou redes sociais? Fique alerta! Esses hábitos podem ser bastante e te fazer entrar na pauta do “Body Checking”

O Body Checking é justamente o hábito de ficar checando seu corpo e analisando cada centimetro dele, muitas vezes procurando defeitos e tentando entender o que poderia “melhorar” diante de um padrão imposto socialmente, principalmente no universo feminino.

Não só a checagem crítica e muitas vezes compulsiva do corpo no espelho, mas comportamentos que também podem fazer parte desse hábito são:

  • Ficar medindo a circunferência da barriga, cintura, gluteos, seios, etc
  • Fazer comentários negativos sobre partes do corpo assim como ficar buscando aprovação externa como garantia de segurança ou confiança
  • Ficar pesquisando sobre alimentação ou tratamentos estéticos afim de alcançar um objetivo muitas vezes ilusório
  • Distorção de imagem, já que muitas vezes o excesso de checagem nos faz encontrar “defeitos” que não existem, mas que farão sempre parte de nossa analise
  • Buscar fotos de outras mulheres e seus corpos afim de entender o que pode ser melhorado em si ou até se autosabotar ou se diminuir
  • Entre outros fatores compulsivos e obsessivos com relação ao corpo…

Claro que estar sempre atenta às mudanças e sinais do nosso corpo e se observar é importante para o autoconhecimento com garantia de saúde e prazer mas o tão falado “Body Checking” tem a ver com o hábito compulsivo e comparativo no momento de se analisar e esse comportamento abre um leque para distúrbios alimentares, distúrbios de imagem e ansiedade por meio da comparação, idealização e cobrança excessiva, por isso fica aqui nosso alerta para todas as mulheres!

Se você se identificou e acredita estar em uma fase compulsiva e exagerada em relação a si mesma e ao seu corpo, algumas dicas são: elimine de sua casa balanças e fita métrica, faça uma “limpa” nas suas redes sociais e consuma só o que realmente te faz bem e não o que te causa comparação, e claro, busque a raiz do problema investindo em profissionais para te auxiliar, como psicólogos comportamentais, por exemplo!

Quando se olhar no espelho novamente, procure identificar a sua beleza e elimine os pensamentos de depreciação consigo mesma. Seja grata por ter todo um sistema e organismo funcionando, por ter saúde, um corpo que te nutre e até mesmo manchas ou cicatrizes que fazem parte da sua história e representam quem você é!

Fique atenta…espero ter ajudado <3

Beijos e boa semana!

Mari

Mariana Henriques

"Geminiana com Ascendente em Aquário e Lua em Câncer, essa sou eu, a Mari! Formada em Comunicação Social desde 2014

Perguntas?

Colaboradores